M

Rexistro

Promocions

Por que .gal

Como .gal

Rexistradores

Axuda

Preguntas frecuentes

Mapa do sitio

Ferramentas

Guías

i.gal

velaqui.gal

DGI

Actualidade

Novas

Comunicación

Historias PuntoGal

Nós

O dominio

O equipo

A asociación

Rexistrar ou revender .gal

Dominio

PuntoGal

Rexistro

Promocións

Por que .gal

Como .gal

Rexistradores

Actualidade

Novas

Comunicación

Historias PuntoGal

Nós

O dominio

O equipo

A asociación

Rexistrar ou revender .gal

Axuda

Preguntas frecuentes

Mapa do sitio

Ferramentas

Guías

i.gal

velaqui.gal

DGI

Manifestación Agal
03/11/20
a.gal, un dominio para a lingua

Un dos primeiros dominios en aparecer na rede, e un dos que aproveita a posibilidade de figurar cunha única letra. Décadas traballando pola lingua. Hoxe falamos con Eliseu Mera Quintas, Vice-presidente da AGAL.

Pregunta: Quen sodes e que facedes en Agal?

Resposta: Somos uma associaçom que reivindica a ortografia galego-portuguesa como a mais idónea para a nossa língua pola sua continuidade história e por nos situar na atualiade num espaço de 250 milhons de pessoas, que é a lusofonia.

P: Pódesnos facer un pequeno resumo da vosa historia e dos vosos principais traballos ou actividades neste tempo, para poñer ao día aos lectores da nosa páxina?

R: A AGAL constitui-se em 1981 para defender uma visom da língua integrada na lusofonia como elemento fundamental para a sua normalizaçom. O primeiro trabalho importante foi o Estudo crítico contra das normas ortográficas e morfológicas do idioma galego (1983). Durante estes anos publicou diversas obras de interesse, a revista Agália e organizou conferências e congressos.
Entre os nossos principais produtos em ativo salientam a editora Através, o site de formaçom A nossa Galáxia, o Dicionário Estraviz, o consultório linguístico no Twitter Em galego, o canal de vídeos Através Produtora ou o Portal Galego da Língua.
 

P: Cales son os vosos plans de futuro? Cara onde queredes ir?

R: Estamos a trabalhar por uma implementaçom de uma estratéga binormativa, isto é, que convivam legalmente as duas normas ortográficas mais usadas para a nossa língua (galego RAG e galego AGAL). Isto é o que acontece em países como a Noruega ou o Luxemburgo.

P: Cal é a vosa web? Por que elixistes ese nome? E por que preferides o dominio .gal?

R: A nossa web é a.gal. O domínio .gal já o utilizámos noutros produtos como o Portal Galego da Língua (pgl.gal) e também no site A nossa galáxia (anossagalaxia.gal).. Acrescentando apenas a vogal “a” ao nome do domínio temos o nome da organização.

P: Que pensades que vos ofrece o dominio .gal?

R: É mui importante para identificar as nossas ações com o território, os nossos objetivos fazem sentido dentro da Galiza, e nom há melhor maneira de o mostrar.


P: Hai algunha outra cousa que vos interese comentar?

R: Apostamos por um novo consenso social amplo a respeito da nossa língua que integre as distintas maneiras de a entender e que poda reverter a brutal perda de falantes que se produziu nos últimos quarenta anos. Todas as nossas atuaçons tenhem um caráter positivo e integrador.

Anexo uma imagem de uma manifestaçom onde reinvindicámos o binormativismo, e de outra onde comemorámos o centenário do nascimento das Irmandades da Fala. Como vídeo, proponho este teaser de um documentário que estamos a preparar sobre Carvalho Calero.

Compartir

Compartir